Eu sou.

 

 

 

Hoje eu decidi não ser ninguém, decidi largar tudo o que ate agora me tinham dado, atribuído ou chamado…hoje eu só sou. Percebi que quero só e apenas deambular bêbado pelas leias da vida, vivendo o caminho e esquecendo o destino. Hoje eu sou parte do nada, entrei no reino do Todo. Que o mundo me perdoe por tal desapego, que a sociedade não me julgue por tal escolha, afinal foi a vida que aqui me pôs…

 

Hoje eu só sou.

 

Semeie.

 

Nao engane sua mente,

semente é diamante.

Se mente nao semeie,

volte atrás e lembre sua mente,

que toda a semente,

é diamante.

 

Semeie.

e assim foi...um dia ele partiu.

sempre com os olhos naquela luz, ele caminhou. foram muitas as terras por onde passou, dias de calor e de muito frio, pessoas boas e más que ele conheceu. Ia caminhando com o desejo de um dia lá chegar, a luz do sol era o seu destino, o seu sonho. Um dia quando atravessava mais um dos mil desertos ele percebeu que há muitos anos já tinha por ali passado. Começou a questionar o sentido da sua caminhada, começou a questionar todo o seu trabalho e a sua vida, estava doido, perdido, percebeu que não poderia lá chegar. Sentiu-se derrotado, meteu as mãos na cara, chorou e caiu no chão. Foi aí nesse momento de amargura que ele mergulhou no seu Ser, soltou-se de todos os pensamentos e preocupações anteriores, deixou-se ir, livre. Foi aí nesse momento de escuridão que ele encontrou o Sol que procurava.

Com o passar do agora, ao sabor das respirações, eu observo-os.
Como ondas de um mar agitado, ou por vezes como cavalo endiabrado...eu simplesmente observo.
Aos poucos toda essa agitação vai obedecendo há lei do tempo das estações.
A neblina da manhã.
O nevoeiro que abre com o passar do dia.
Um ligeiro sorriso nasce e vai ao encontro da sua nobre tranquilidade.
A natureza do Ser é essa, a sua verdadeira casa está ali, no centro, no meio de toda a tempestade ela está ali segura de si mesma, parada, sem que nada a destrone.
O encontro com o todo não é feito sob a vontade de querer ir para tentar matar a sede da tentação, o encontro com o todo nunca pode estar lá fora,  ele está e estará sempre cá dentro.

Como as pérolas se encontram nas profundezas dos oceanos, as almas encontram-se nas profundezas de cada ser. Cada vez mais fundo e mais fundo, cada vez mais...
É uma triste solidão, frágil, e que ao mínimo som deixa escorrer uma lágrima.
Não tenhas medo de chorar, não tenhas medo de viver.
O medo de nada serve.
Para que?
O caminho é certo, pois somos todos ondas do mesmo oceano.

O primeiro passo para te encontrares é perderes-te.

Esquece-te.

Tudo o que a tua mente te disser para fazer, não o faças.

Faz antes tudo o que te disserem e te pedirem para fazer.

Encosta o Eu a um canto e deixa a vida te levar.

Não demorarás tempo a entender que não és tu, mas sim nós.

Enquanto medito observo a mente atribulada sem saber o que fazer naquele espaço vazio.

Quando pensares "quero" pensa antes "a quem".

A quem vou servir, a quem vou dar, a quem vou amar.

Quanto mais me perco e me esqueço, mais me encontro no lugar.

Quanto mais observo, mais sou.

Hoje acordei a pensar na vontade que tenho em parar.

Parar para sentir e testemunhar.

De todo o pensamento perdido eu tambem me perco.

Só me quero esquecer...

Eu sou o que não sou, porque o quero ser, porque o que eu só tenho de fazer é voltar do sitio onde estou para o sitio que realmente sou, pois eu sei que sou o sitio que me falta, no fundo eu estou e não estou, mas é assim que eu vou, para onde não sei, mas sei que vou.

gosto muito de escrever

apesar de ainda ter que aprender

mas não dou importância

a esta ultima circunstância 

 

um ato de amor

desapegado de dor

é como um Ser

deve sempre fazer

 

acredito na salvação

entregolhe a minha compaixão

enquanto caminho devagar

sempre a entregar

 

reflito...

 

sei que estas comigo

pois es meu amigo

assim vou eu agradecendo

e também vivendo

 

por vezes ainda tropeço 

mas logo depois peço 

a algum salvador

que não me mostre outra dor

 

respiro...

 

oh Deus olha para mim

tão fraco que eu vou

não vejo o fim

alguém me castigou?

 

está aí alguém?

é que não vejo ninguém

aqui não há aceitação

muito menos perdão

 

medito...

 

amo te sem explicação

nem consigo respirar 

é tremenda a paixao

que só te quero amar.

 

Não quero nada, nem quero ser ninguém

Quero esquecer tudo e partir

Dar corda aos sapatos e ir

Se um dia eu fui, eu não queria

Se algum dia eu for, eu não deveria

Não há nada para pensar

Aqui só há que amar

Pois pensar não é para todos

“Quem sabe não fala

Quem fala não sabe”

Disse o mestre a saber.

Nem é para esquerda

Nem é para a direita

É em frente.

Qual certo

Qual errado

Pensar assim é pecado.

Isto é o que é

Para que inventar?

Para que pensar se a cabeça eu não sei usar?

Vivemos no “Eu”

Eu isto, eu aquilo

Tudo “Eu”

 

 

 

Tudo errado.


Há dias que esperava por ti.
Sempre que acordava perguntava o porque de não estares presente nesta altura que é tão tua.
Os meus dias não eram os mesmos, algo dentro de mim estranhava com a tua ausência...e não era só eu, era toda a Mãe Natureza que também estava ansiosa. Os rios, os bosques, os animais que nele habitam, toda a fauna estava desejosa de te ver!
Hoje ao acordar finalmente ouvi-te na rua, eras tu, passados dias de espera tinhas finalmente chegado, Oh chuva!
Fiquei na cama a saborear o precioso momento da tua vinda, a imaginar como as plantas e árvores do meu jardim devem estar alegres por teres chegado. Oh chuva que dás vida, o que seria de nós sem ti?
Obrigado por teres vindo, volta mais vezes, do sempre teu,
T

Lisboa, 26 janeiro 2017

Deixem-nos viver como queremos.
Não nos imponham as vossas vontades.

Queremos sentir a Natureza,
Viver em harmonia e pureza.
Em comunhão com o que é verdade,
praticando o bem e longe da maldade.

Eu sou um caminhante,
Orientado pelo Sol.
Eu sou um viajante,
Guiado pelos ventos.

Na busca da eterna alma,
Eu vou seguindo com toda a minha calma.

Viajo para me encontrar,
Eu sou um amante
Vivo para te amar
Oh vida minha grande vida.

Um Poema não se faz só.

É um conjunto de tentativas
Mas sempre sem expectativas.
São varias experiências,
Que germinam de grandes vivências.

T

Oh tristeza,

tu que atrais minha pureza.

Fazes parte do meu processo,

És o abraçar do Pai Universo.

 

Vi chegar o entardecer

e com ele a escuridão.

Sentei-me no meu ser

e acalmei meu coração.

 

Pois da tristeza vem pureza

ah, isso é de certeza.